O Legítimo Rocambole de Lagoa Dourada

91 Flares 91 Flares ×

O Legítimo Rocambole!Se você estiver viajando pela  região de Tiradentes e quiser provar uma guloseima bem típica da Estrada Real, não deixe de conhecer O Legítimo Rocambole. E nem é preciso percorrer os cerca de 40 km que separam Tiradentes de Lagoa Dourada, onde está a sede da loja, pois na saída de São João del Rei, na BR-265, há uma filial. Mas se o roteiro for mais amplo, de carro, a esticadinha é quase obrigatória. Ao chegar em Lagoa Dourada (vindo de Belo Horizonte pela BR-040, é preciso passar por dentro da cidade para seguir viagem), a palavra que você mais vai ver é rocambole. Ele está por todos os lados, em várias lojas especializadas. Tem o legítimo, o famoso, o verdadeiro, tem rocambole pra tudo quanto é gosto!

Eu já estive lá duas vezes, mas nem tive a curiosidade de parar em outros lugares. Fui sempre direto ao local em que a tradição começou, O Legítimo Rocambole. Dizem que a receita da massa ainda é a original e que os rocamboles são processados na mesma batedeira há mais de 100 anos.

O Legítimo Rocambole de Lagoa DouradaO Legítimo Rocambole de Lagoa Dourada

O Legítimo Rocambole de Lagoa DouradaO Legítimo Rocambole de Lagoa Dourada

Na loja há um quadro com a história do rocambole, que eu transcrevo aqui:

“Tudo começou com o casal Miguel Youssef do Líbano, estrangeiro, e sua esposa D. Dolores, lagoense, num bar central em Lagoa Dourada. Nesse bar eram vendidos vários petiscos de fabricação própria, inclusive o rocambole.

Com objetivos de melhorar o atendimento e atrair o interesse dos consumidores pelos produtos, o casal experimentou as receitas vindas da França. Daí o início do sucesso, destacando-se o rocambole.

A cidade de Lagoa Dourada cresceu e ganhou a rodovia que liga São João Del Rei a Belo Horizonte, e com isso o “Legítimo Rocambole” ganhou notoriedade.

Turistas e todas as pessoas que passagem pela cidade faziam questão de provar e levar o Legítimo Rocambole que agora era feito pelo filho Paulo Miguel do Líbano.

Foi o neto Ricardo Youssef do Líbano que introduziu novos recheios e a fama do Legítimo Rocambole espalhou-se nacionalmente.

Mantendo a mesma receita e a tradição de mais de 100 anos, o Legítimo Rocambole agora com Ricardo Youssef C. do Líbano e André Youssef C. do Líbano, orgulha-se de ter ajudado a projetar o nome de Lagoa Dourada no cenário nacional.”

Bom, mas vamos ao que realmente interessa: o tal do rocambole! Vou resumir: é uma delícia!  A massa é super macia e os recheios são deliciosos. Eu só provei os de doce de leite, goiaba e doce de leite com coco, mas aprovei todos!

O Legítimo Rocambole de Lagoa Dourada

O Legítimo Rocambole de Lagoa Dourada

Para não passar vontade depois, é só pedir um (ou uns!) para viagem. Eles são enrolados na hora, então saem sempre fresquinhos e macios. E ainda é possível pedir de dois sabores, meio a meio, para experimentar vários de uma vez.

O Legítimo Rocambole de Lagoa Dourada

O Legítimo Rocambole de Lagoa Dourada fica na na Rua Miguel Youssef, 38 e abre todos dos dias, das 6h às 21h. Se quiser entrar em contato com a loja, ligue para (32) 3363-1538.

Mas já vou logo avisando: não invente de fotografá-los ou de escrever posts sobre o assunto depois. Isso só serve para passar vontade! 😉

Veja todos os posts sobre a Estrada Real no Viaggiando.

91 Flares Twitter 2 Facebook 89 Google+ 0 91 Flares ×

Continue Viaggiando:

36 Comments

  1. Primeiro, eu amo rocambole! Mas é crrraro que eu vou a Lagoa Dourada! Já chupinhei todos os seus posts… tá uma diiilícia! Vou fazer Ouro Preto, Mariana, Congonhas, São João del Rey, Tiradentes e adjacências, ou seja, tudo o que aparecer pelo meio do caminho! Rá! 🙂

  2. Hum! Deu vontade!

  3. Silvia, seu roteiro é um que eu já fiz e repetiria inúmeras vezes! Só faltou Mariana, então já está aí um motivo para eu voltar! 😉

    Eduardo, faz um pequeno desvio e traz uns rocamboles para casa. 🙂

  4. Ai que delicia Camila!!! Amo esses quitutes!!!

  5. Eu amo rocambole!
    Mas nao sabia dessa…poxa podia ter publicado esse post um pouco antes 🙁
    Mas agora ja tenho um bom motivo pra voltar…

  6. Oba! Adorei a dica!

  7. Guta, eu também amo! 🙂

    Carlinha, você já estava mesmo planejando voltar, né? Agora já viu que ainda não conheceu tudo e tem mais uma desculpa. 😉

    Deise, mais uma dica pra listinha! Você já foi a Tiradentes ou ainda está planejando?

    Beijos, meninas!

  8. Geeente, eu não sou nada fã de doces mas esses rocamboles me deixaram com vontade!
    Mas pra mim tem que ser de doce de leite.. essa história de fazer rocambole de outros sabores to fora. Não, não tem doce de leite na Nova Zelândia. To perdida, Camila! 😛

  9. Cris, eu gosto de recheio de doce de leite e goiabada, não me aventuro muito pelos outros, não…

    Tem coisa que a gente só sente falta quando fica sem, né? Tô aqui pensando que não como doce de leite há muito tempo, mas se eu ficasse sem iria sofrer. hehe

  10. Nooooossa senhoooora!! Que vontade que deu de comer Rocambole, ainda mais esse aí: O Legítimo! Nossa, adorei! Se um dia eu for pra lá, eu vou com certeza trazer pra casa!!
    Adorei!
    inseri um link do seu blog no nosso blog, passe lá para dar uma olhada!
    Beijos =) e bom rocambole a todos!

  11. Oi, Luisa! Vai anotando as dicas para quando vier passear por esses lados! 😉

    Já vou dar uma passadinha no sue blog.

    Beijos!

  12. Olá, Camila.

    Só uma coisa a dizer:

    Que dica deliciosa!

    Vontade de ir lá só pra comer.

    Em breve, será possível compartilhar dicas assim no Milevo, a nova rede social de viagens.

    Esperamos você lá!

    Abraços,

    Equipe Milevo
    @milevocom
    http://www.milevo.com.br

  13. Olá, Equipe Milevo!

    Eu também estou pensando em voltar só para repetir o rocambole mais uma vez! 😉

  14. Camila, só não fale em "rocambole" em Pernambuco. Lá é "bolo de rolo":)

  15. Arthur, sabe que eu acho "bolo de rolo" um nome bem mais pertinente? 😉

  16. Eu adooooooro Rocambole, é bom demais… Comer para emagrecer.

  17. hahaha Sou mais emagrecer antes para comer rocambole à vontade! 😉

  18. Coloca a receita verdadeira no site pra gente poder tentar fazer em casa quando não der pra dar um pulinho em Lagoa Dourada.
    Manda a receita pro programa da Ana Maria Braga.

  19. A melhor sobremesa que ja provei foi o Rocambole.
    Huuuummmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm, dá até água na boca.
    Amo!
    Obrigada pela dica Camila.

  20. adoramos suas viagens, quando viajar mais eu quero saber de tudo,coloca belíssimas imagens como essas,tá??? beijossssssssssssssssssssssssssss………

  21. Camila que rocambole maravilhoso!
    Aqui na Italia, o rocambole chama Girella e normalmente è recheado com Nutella… O marido adora, mas a mim nao convence.
    Quando eu for pra esses lados, esse rocambole vai ser parada obrigatoria!
    Bjs

  22. Luisa, mas esse de Nutella também deve ser uma delícia! Quando eu for pra esses lados aí também vou querer experimentar. hehe

  23. Não há como comprar esse maravilhoso rocambole em BH,eu já experimentei e é delicioso,fiquei sabendo que pode comprar em BH,alguém sabe me dizer como…. fico aguardando

  24. Que eu saiba, só há lojas em Lagoa Dourada e em São João del Rei. Se for vendido em BH, também quero saber. 😉

  25. Oi, Camila!!

    Há tempos eu tinha que dar uma passadinha aqui!!!
    Fui retribuir sua visita e comentário lá no Dondeando por aí e – oh, o que encontro! – um rocambole de doce de leite pecaminoso para me fazer passar vontade (isso às 20:00 da noite, em que tudo que se quer é um docinho!).

    Olha, eu era fã dos Bolos de Rolo, que são os clássicos rocamboles do Nordeste… mas esse aí vou ter que ir lá para conferir agora, né? E dar minha humilde opinião sobre ambos!

    Adoro o blog e os posts, super arrumadinhos. E já incluí no meu blogroll!

    Beijos,
    Clarissa

  26. Oi Clarissa! Eu ainda não experimentei o famoso bolo de rolo, então também vou ter que tirar a prova na minha próxima visita ao Nordeste e fazer uma comparação. 😉

    Eu descobri seu blog já meio "atrasada", mas aos poucos estou me deliciando com os posts sobre a Patagônia, sobre o Egito…

    Beijos!

  27. Claudiosilvala

    Existe algum lugar em Belo HTE que possa comprar Rocambole , endereço por favor

    • Claudio, alguém falou sobre isso em um comentário aí em cima, mas eu continuo sem saber se é verdade.

      • Camila,.. havia sim alguém que fazia o Rocambole igual ao produzido em Lagoa Dourada. Ela era de Lagoa Dourada e estudava na minha sala, no curso de Administração na FIEMG em BH, e levava os rocamboles para vender no intervalo. Não sobrava um pedacinho sequer. Uma verdadeira maravilha. Foi assim que ela conseguiu se formar e hj já advogada formada, não faz mais os maravilhosos Rocamboles. Tenho saudades dessas delícias..

  28. Já tive o prazer se degustar os rocamboles desta lanchonete. Fiquei tão maluco que levei mais um monte prá casa!!! Inigualável. Lagoa Dourada é mesmo a terra do rocambole.

  29. é uma pena que nao tive a mesma sorte, pois comprei 1o peças em julho 2012 que mofou 6 e em dezembro 2012 comprei mais 8 peças e mofou 6 liguei comentando o ocorrido e nao me deram nenhuma atençao . fiquem atentos obrigada

    • Que coisa chata, Rafael! Eles estragaram rápido? Eu sempre compro em pequena quantidade, apenas para consumo rápido mesmo, pois tenho medo de perder logo, por isso nunca tive problemas. Msa fica aí o alerta para as outras pessoas!

  30. Ai, que delícia! Essas cidades de chão “pé-de-moleque”, que a gente tanto ama…e esse rocambole…Preciso voltar a Tiradentes! Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *