Pousada Uacari: modelo de turismo sustentável na Amazônia

0 Flares 0 Flares ×

Pousada UacariEu já falei um bocado no post passado sobre a Reserva Mamirauá e sobre a a importância do turismo, realizado através da Pousada Uacari, para a melhoria das condições de vida da população da região. Mas agora você deve estar querendo saber o que é que o turista encontra lá. Bom, luxo é que não é. Se bem que depende do que isso significa para você. Para mim, poder avistar os animais em seu habitat natural, conhecer o estilo de vida dos habitantes da região e acordar e dormir com o barulho da água correndo embaixo da minha cabana é um baita luxo. E tudo isso a Pousada Uacari oferece de sobra. Sem contar que é uma viagem muito fácil de se programar. Você arruma um jeito de chegar até Tefé, coloca um repelente na mala e tá pronto! A partir daí eles cuidam de tudo!

COMO CHEGAR

A Pousada Uacari está localizada no curso do Rio Japurá, um dos afluentes do Rio Solimões. Coloquei umas telas do Google Maps pra vocês se situarem, se bem que para nós, acostumados com estradas, esses mapas mais parecem labirintos. Para chegar até lá, só mesmo pela água. Tefé é a maior cidade da região, a cerca de 30 km da pousada. Com mais de 60 mil habitantes, ela é uma das cidades mais populosas do Amazonas. É lá que fica a sede do Instituto Mamirauá e o escritório da Pousada Uacari.

Mapa AmazonasMapa Amazonas

Para chegar a Tefé há duas formas: avião e barco. Dizem que a viagem no barco regional é uma experiência e tanto, mas para isso é preciso ter tempo, pois ela leva 2 dias. A Azul voa entre Manaus e Tefé duas vezes ao dia. O ideal para quem quer apenas visitar a Reserva Mamirauá é pegar o voo 2830 na ida, que sai de Manaus às 12h36 e chega a Tefé às 13h40. A volta é no voo 2831, que sai de Tefé às 14h05 e aterrissa em Manaus às 15h10. São esses os voos que batem certinho com o cronograma da Pousada Uacari. Pegando os voos mais cedo na ida e mais tarde na volta, você teria um tempo de sobra para andar por Tefé, por exemplo, mas aí é uma escolha pessoal.

Aeroporto de Tefé

Chegando nos voos que eu citei, você já terá o pessoal da pousada te recepcionando no aeroporto. A gente segue de van até o porto e de lá embarca numa lancha que nos deixa na Pousada Uacari em pouco mais de uma hora. O traslado do aeroporto até a pousada e vice-versa estão incluídos no pacote, bem como o almoço em Tefé no dia da volta.

Na lancha para a Pousada Uacari

A viagem passou super rápido. Fomos observando a natureza e a vida local e era tudo tão diferente para nós que nem vimos o tempo passar.

No caminho para a Pousada Uacari

No caminho para a Pousada Uacari

A POUSADA UACARI

A Pousada Uacari possui 10 quartos. São cinco bangalôs que flutuam sobre as águas, com dois quartos cada um, além de um flutuante central que abriga a recepção, o restaurante e demais áreas de convivência. Por questões de segurança e por falta de estrutura adequada, só são aceitas crianças acima de 12 anos. Quando a gente vê as passarelas que ligam os quartos e pensa que ali do ladinho pode haver um jacaré, fica fácil entender o porquê.

Pousada Uacari

Os quartos são simples, mas confortáveis. Em todas as janelas há telas de proteção e nas camas há mosquiteiros, então só fica cheio de picadas durante a noite quem bobear. A gente acaba passando pouco tempo no quarto,  mas temos também uma varandinha super gostosa com redes para ficar admirando a paisagem. Os banheiros teoricamente têm água quente, mas nós demos o azar de estar lá enquanto o sistema passava por manutenção e só tivemos água fria. A água corrente, retirada do rio, não é própria para consumo, então no banheiro e no quarto há sempre garrafas com água potável para bebermos e escovarmos os dentes.

Pousada Uacari

Pousada Uacari

Pousada Uacari

A gente imagina que vai ficar totalmente desconectado do mundo lá fora num lugar como esse, né? Pois eu me surpreendi ao chegar lá e descobrir que a internet sem fio funcionava super bem! Tudo bem que não é um lugar para ficar pendurado no celular ou no computador, mas a internet nos dá uma espécie de segurança e nos permite colocar umas fotos no instagram das coisas lindas que a gente vê por lá! =)

ALIMENTAÇÃO

A hospedagem na Pousada Uacari tem regime de pensão completa, com café da manhã, almoço e jantar. O cardápio seguia mais ou menos um padrão: arroz, feijão, salada, peixe, frango e um prato à base de legumes ou mandioca, ingrediente sempre presente em diversos formatos. Vegetarianos não têm muita variedade, mas também não passam fome. E as sobremesas criativas não decepcionaram! Café, chá e umas bolachinhas estão sempre disponíveis no balcão, além de água à vontade. Em todas as refeições são servidos sucos de frutas regionais. Refrigerantes e bebidas alcoólicas não estão incluídos, mas podem ser pagos à parte.

Pousada Uacari

Pousada Uacari

PASSEIOS

Os dias começam cedo na Pousada Uacari. O café da manhã é servido às 6h30 que é pra gente poder sair logo e aproveitar o período mais fresco do dia. Depois do primeiro passeio a gente volta para a pousada, almoça e descansa até ali pelas 15h, quando sai novamente. O jantar é servido por volta das 19h e à noite pode haver mais programação ou uma noite livre, dependendo do dia. Na cheia a rotina inclui passeios de canoinha e de barco a motor, visita a uma comunidade local, palestras de pesquisadores… Nessa época a gente mal coloca o pé no chão. Todos os passeios são feitos de barco porque não há nenhum pedaço de terra firme. Na seca há trilhas pela floresta que na cheia são substituídas por passeios de canoinha a remo que carregam apenas uma dupla e o guia. Eram os meus momentos preferido, pois é quando a gente se sente mais próximo da natureza e dos animais. Se bem que o passeio ao Lago Mamirauá também é de tirar o fôlego. Mas deixa essa parte para depois! 😉

Rotina na Pousada Uacari

OS PACOTES

A Pousada Uacari disponibiliza 3 opções de pacotes para o turista comum: o de 3 noites (sexta a segunda), 4 noites (segunda a sexta) e 7 noites (segunda a segunda ou sexta a sexta). Eu falei em turistas comuns, porque há também alguns pacotes especiais:

Tour para Fotógrafos: o grande diferencial são os passeios com guias individuais, treinados para acompanhar fotógrafos e ajudá-los a captar as melhores imagens de Mamirauá.

Observação de pássaros: para os apaixonados por birdwatching. Não deve haver nada melhor do que ter a companhia de um guia especializado para descobrir as espécies de pássaros endêmicas de Mamirauá.

Expedição Onça Pintada: São apenas 4 turistas por pacote, durante a cheia, e um número restrito por ano, que é para não impactar o habitat dos animais. Os participantes acompanharão os pesquisadores que monitoram as onças de Mamirauá. Elas se adaptaram para viver em cima das árvores quando a água sobe. Não é sensacional? A jornalista Camila Fróis e o fotógrafo André Dib participam do piloto desse projeto, que aconteceu justamente quando estávamos lá. Dá uma olhadinha em uma das matérias que eles produziram.

Como eu não sou rica fotógrafa ou birdwatcher, nem tenho muita vontade de ficar cara a cara com uma onça pintada, meu pacote foi o de turista comum mesmo. Como eu já contei aqui, o pacote a que eu tinha direito inicialmente era o de 3 noites, mas entrei em contato com a pousada para trocar pelo de 4 noites. E foi uma decisão super acertada! Acho que com 3 noites eu teria ficado com a sensação de que faltava alguma coisa. Bom, e faltaria mesmo, pois com esse tempo não dá dá para fazer todos os passeios. Já as 7 noites talvez fossem demais para mim, pois os passeios se repetem, há mais tempo livre e provavelmente eu ficaria entediada. As 4 noites foram o tempo ideal e ainda com a vantagem de começar na segunda e terminar na sexta, a medida certa para uma semana de férias combinada com uma paradinha em Manaus.

Não tenho o preço de todos os pacotes, mais sei quanto custavam no início do ano os pacotes de 3 e 4 noites: R$ 1.500,00 e  R$ 1.680,00, respectivamente, por pessoa. Se eu acho caro ou barato? Acho justo! Não tem como achar caro considerando tudo que está incluído. Você não precisa gastar mais nenhum centavo a partir do momento em que desembarca em Tefé, só mesmo se quiser comprar artesanatos ou bebidas não incluídas no pacote. E há todos os cuidados envolvidos para que o turismo seja explorado de forma a causar o menor impacto negativo possível. Eu só sei que a experiência que eu vivi lá não tem preço! 🙂

Fique atento: as informações desse post referem-se à viagem que realizei em maio de 2014. Preços, voos e cronogramas podem mudar, então confirme sempre os dados atualizados com as empresas antes de embarcar.

Atualização: consegui o tarifário da Pousada Uacari para 2015! Já dá para você começar a planejar sua viagem para o ano que vem! 🙂

Tarifário Uacari 2015

Veja todos os posts sobre a minha viagem ao Amazonas.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Continue Viaggiando:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *