Páginas

A Wandering Nomad: uma viagem que vai te inspirar

Shirine Taylor - A Wandering NomadHoje a gente tem acesso a tanta informação que é difícil selecionar o que vale a pena ler. São dezenas de posts, links, fotos, textos pipocando nas telas ao nosso redor e é fácil perder o foco. Eu percebi que estava ficando viciada no "salvar para ler depois". Sabe quando a gente vê uma chamada que nos interessa, mas não tem tempo naquela hora de abrir o link? Quando vê uma receita de comida bacana e salva para fazer um dia? Ou quando ouve falar bem de um filme e guarda o nome para assistir depois? Com isso a gente vai criando

Os Palácios de Sintra

4 Pena (22)Eu já falei que Sintra merece muito mais do que algumas poucas horas só de passagem, mas, afinal, o que é que tem para fazer por lá que não cabe em um simples bate e volta a partir de Lisboa? A resposta é fácil: muitos parques,  palácios e monumentos. Mesmo dormindo duas noites em Sintra, eu não consegui fazer todos os passeios disponíveis na região. Na hora de escolher fiquei com aqueles que mais me interessavam e que tivessem fácil acesso. Para ver tudo, acho que eu precisaria de pelo menos mais um dia por lá.

198 Livros: Angola

198 Livros: AngolaAh, língua portuguesa! Por que eu demorei tanto para reconhecer seu valor? Precisei começar uma volta ao mundo da literatura para perceber que em nossa língua as histórias são mais belas. Pode ser que seja a saudade, essa palavra tão nossa, que me deixa emocionada quando me chega às mãos um livro escrito em português. No original mesmo, concebido com essas letras que a gente acha que conhece bem. Nessas horas eu percebo que nenhuma tradução consegue exprimir a real essência de um livro. Eles têm sotaque? Claro que têm!

10 produtos que te ajudam a viajar leve

10 produtos que te ajudam a viajar leve e baratoEu sei que muita gente acha que viajar sem despachar e não sentir falta de nada é mágica. Eu digo que é questão de prática. O primeiro passo é desapegar e não se importar em repetir a mesma roupa e sapato algumas vezes, mas não é só a quantidade de itens que precisa diminuir. A gente acaba tendo que usar alguns artifícios para fazer tudo que é necessário caber em um único volume de 5, 7 ou 10 kg. A cada dia eu descubro novos produtos para viajantes práticos. Lojas de utensílios para viagem são uma verdadeira perdição! O perigo é se empolgar

198 Livros: Armênia

198 Livros - ArmêniaDizem que durante um discurso aos comandantes do Exército Alemão dias antes de invadir a Polônia, Hitler teria dito o seguinte: "Afinal, quem fala hoje do extermínio dos armênios?" Verdade ou não, e apesar de o holocausto judeu não ter passado despercebido como ele estaria esperando, a frase continua fazendo sentido. No último dia 24 de abril, o início de um dos maiores genocídios do século passado completou 99 anos.  E talvez você nunca tenha ouvido falar sobre ele. Isso porque o Genocídio Armênio

Transporte em Portugal (e alguns causos de viagem)

Estação de trem em AveiroSe você já começou a planejar uma viagem para Portugal, a chance de ter pensado em alugar um carro é grande. É fácil entender o porquê, afinal, é possível cruzar o país de norte a sul e de leste a oeste em pouco tempo. Mas se você é como nós e morre de preguiça da burocracia do aluguel de carro, tem calafrios só de pensar em procurar estacionamento e quer mesmo é ficar livre de amarras quando sai de férias, então você é dos nossos! As malhas rodoviária e ferroviária de Portugal são excelentes e é bem fácil se locomover por lá usando

198 Livros: Samoa

198 Livros: Samoa

Depois de enfrentar dificuldades para encontrar livros de outras ilhas do Oceano Pacífico, eu temia que Samoa pudesse ser mais uma rua sem saída. Então  não pensei duas vezes quando vi um livro de lá disponível no site da Universidade do Pacífico Sul enquanto comprava o livro das Ilhas Salomão. Era The Girl in the Moon Circle, da escritora Sia Figiel. O país ainda nem tinha sido sorteado, mas eu já quis garantir meu exemplar. Quando chegou a vez de Samoa, o livro já estava aqui na minha estante, prontinho para ser folheado, mas depois

Lisboa: uma tarde em Belém

Belém - LisboaJá era nosso penúltimo dia em Portugal e ainda não tínhamos visitado Belém, um dos bairros mais famosos de Lisboa entre os turistas. Nossa parada não programada em Aveiro atrasou nosso retorno à capital e, para não perder tempo, decidimos tirar o atraso quase que direto da estação de trem, ou melhor, da estação de comboios. Foi só o tempo de deixar as coisas no hotel e correr para a Praça da Figueira, onde pegamos o Eléctrico 15 rumo a Belém. O trajeto levou cerca de meia-hora. Descemos no ponto do Largo da Princesa

198 Livros: Bolívia

198 Livros - Bolívia

Eu não fazia idéia da riqueza da literatura boliviana! Minhas pesquisas me apresentaram tantos escritores e livros contemporâneos que me pareceram interessantes! O que me entristeceu foi descobrir que muito pouco disso, quase nada, chega ao Brasil. São raros os livros bolivianos traduzidos para o português e eles não aparecem por aqui nem mesmo em espanhol. Felizmente já há muita coisa sendo publicada em versão digital, tornando o acesso mais amplo, mas no #198livros eu tenho que me ater aos livros que de alguma

Lisboa: Roteiro de um dia perfeito

Roteiro de um dia em LisboaEra nosso primeiro dia em Lisboa. Bom, na verdade era o segundo, pois havíamos chegado na tarde anterior, mas os momentos iniciais não passaram de mero reconhecimento de território. Naquele dia é que as férias começariam de verdade. Saímos cedo para tomar o pequeno almoço em uma pastelaria e experimentar os famosos doces de Portugal. Enquanto nos deliciávamos com bolos de arroz e pastéis de nata, a chuva começou a cair. Comemos sem pressa e quando saímos ela já estava mais branda. Com chuva ou não, não iríamos ficar parados!

198 Livros: Andorra

198 Livros - Andorra

Mais um dos 198 países sobre o qual eu não sabia praticamente nada! Meu conhecimento sobre Andorra se resumia aos anúncios de pacotes de esqui nas páginas de revistas de turismo. Encravado entre a Espanha e a França, o território de Andorra é pequenino, com menos de 500 km², então é natural que a gente saiba pouco sobre o país, né? Encontrar um livro de lá não foi tarefa das mais fáceis. Até descobri vários nomes de autores promissores, mas daí a conseguir versões traduzidas do catalão disponíveis comercialmente já era

10 Regras de Trânsito em Hanói

HanóiO trânsito de Hanói é clássico! Eu conheço muito pouco desse mundão, mas acho que vai ser difícil outro lugar me impressionar tanto. La Paz chegou perto, mas não se compara ao que encontrei no Vietnã. Ou talvez seja apenas o filtro do tempo deixando as buzinas menos irritantes, né? Só sei que ao final do meu primeiro dia por lá eu estava exausta, com a cabeça doendo e dessa vez não havia soroche para culpar. Que cidade louca! O trânsito de Hanói é frenético, caótico, uma loucura! Dizem que em Ho Chi Minh